O verdadeiro objetivo do conhecimento profético se alcança apenas pela reforma interior, e não pelo conhecimento acumulado em si mesmo.

domingo, 9 de dezembro de 2012

Profecias Determinantes


(clique nas imagens do Blog para amplia-las)



Olá a todos,

este texto é complemento do texto "O que são Profecias" de 2008, e é parte do Livro "O que são Profecias".

O texto "O que são Profecias" abordou corretamente um aspecto das profecias, que eu chamo de "futuros possíveis", sendo sua maior característica o fato de poderem ser evitadas, pois dependem de nosso livre arbítrio, e é nosso arbítrio que compõem boa parte do que chamamos de Profecias.

Mas no decorrer deste período, entre o texto de 2008 e atualmente, percebí que existem Profecias que não dependem do nosso arbítrio, elas tem que acontecer.

A sentença acima, aparentemente simplória, guarda consigo um grande mistério, afinal,não há outra explicação para determinadas Profecias, senão a ação de desígnios que escapam ao nosso entendimento imediato.

Ótimos exemplos de “Profecias Determinantes”, são as Profecias sobre o nascimento de Jesus Cristo.


"E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono."
(Apocalipse 12:5)




**

Há várias profecias sobre Jesus, que abrangem seu nascimento, fuga para o Egito, que nasceria de uma virgem em Belém Efrata e outros detalhes. E que seria traído, acusado, humilhado e crucificado.

Por exemplo, aonde nasceria: “E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade” (Miquéias 5:2)   

Ou ainda seu peito transpassado :  Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.” (Zacarias 12:10)

As profecias sobre seu nascimento não são resultantes da ação do livre arbítrio de nenhum homem, não dependiam da ação humana. E quando a ação humana tentou interrompe-las, com Herodes mandando matar os bebês no chamado “massacre dos inocentes”, ainda assim elas se cumpriram.

 E, tendo eles se retirado, eis que o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga; porque Herodes há de procurar o menino para o matar."  (Mateus 2:13)

Estas profecias eram determinantes ao nosso destino coletivo, elas tiveram que acontecer para alterar o curso da história.


Porquanto em Cristo Jesus, nem a circuncisão nem a incircuncisão têm qualquer valor; 

mas sim a fé que opera pelo amor



Portanto “Profecias Determinantes” não precisam da ação humana (livre arbítrio), e não podem ser evitadas. 

**


As "Profecias Determinantes" mais simples de serem percebidas, são em geral aquelas relacionadas a eventos naturais, e estes eventos corriqueiramente expressos como "vontade ou desígnios de DEUS" quando ocorrem, também estão no contexto profético.





Isso sucinta uma série de questionamentos com relação a sua finalidade, e daí voltamos a colocação inicial de que não há outra explicação para determinadas profecias, senão a ação de desígnios que escapam ao nosso entendimento imediato.

Sua finalidade seria a de nos avisar sobre as mudanças inevitáveis ao progresso humano, visando nossa própria mudança voluntaria de comportamento, em consonância a esta mudança maior que não controlamos.


**     **

Esta idéia de mudanças compulsórias nos permite especular sobre períodos de mudanças compulsórias, em que a humanidade tem que passar por processos que visem nosso progresso moral, intelectual e espiritual.

Diversas tradições religiosas expressam esta idéia, e muitas culturas enxergam o tempo em ciclos, cujos eventos e contextos se repetem.




Se considerarmos esta linha de pensamento, “Profecias Determinantes” estão em conformidade com esta planificação maior que nos escapa, de períodos ou ciclos de mudanças, sejam elas mudanças geofísicas ou morais (comportamentais).

**     **


Outro exemplo de “profecia determinante” muito relevante, foi a restauração do Estado de Israel em 1948, e assim como no exemplo anterior, nem o extermino judeu promovido pelos nazistas nas décadas de 1930 e 1940, antes portanto da fundação, e nem os ataques árabes nas décadas de 1950 e 1960, conseguiram alterar o fato da restauração de Israel e sua manutenção.




A ação de adversários e inimigos dos judeus contra eles, fortaleceu a posição do Estado de Israel, e o mais interessante é que este fato, ou seja, sua existência e o conseqüente ressentimento histórico gerado a partir disso, são elementos fundamentais para a formação da realidade atual e futura, estando no centro dos acontecimentos mundiais há décadas, o que por sua vez também compõe o cenário de alguns dos eventos descritos no Apocalipse e em outros livros proféticos.

Então, quando João vislumbrou a Revelação feita a ele (O Livro do Apocalipse), assim como aconteceu com outros Profetas, ele e os demais já viam Israel restaurada e no centro de diversos acontecimentos que hoje chamamos de profecias, e mesmo de noticias.

Portanto este tipo de profecia, a “determinante”, narra sobre fatos que mudam os rumos da humanidade, sem a atuação de nosso livre arbítrio.

Elas mudam e moldam a realidade a nossa volta, e não podem ser evitadas.



Portanto, Profecias podem ser classificadas em dois tipos básicos: 


- “Profecias Determinantes”


 **     **




Ciclos de mudança

Somos cercados por ciclos, e nossa vida é regida por eles. Por exemplo, temos os ciclos de nossa própria existência: feto, bebê, criança, adulto, idoso. Temos os ciclos de dia e noite, inverno e verão, chuva e seca, e etc.. .

Esta idéia é simples de entender porque conhecemos estes ciclos, são tão cotidianos que nem nos damos conta de que ocorrem. 

E existem outros ciclos que chamamos de Séculos, Décadas, Anos, Meses, Dias, Horas, todos baseados em movimentos realizados por nosso Mundo, basicamente Rotação e Translação.


 


E nosso Mundo realiza outros movimentos, por exemplo, a Nutação, a Precessão de Equinócios ou ainda a Revolução, e embora estes outros ciclos não sejam tão conhecidos, eles têm seus próprios períodos.

Não são ciclos conhecidos da maioria, devido a sua amplitude no tempo, que supera o curso de vida de um ser humano, e, portanto, parecem não existir ao homem comum.

E o Sol também se move, e carrega consigo todo o Sistema solar em direção a estrela Vega, que por sua vez se move em seu próprio ritmo e direção, e assim por diante. E toda a nossa galáxia, a Via Láctea, realiza diversos movimentos, e compartilha com Andrômeda, a galáxia vizinha mais próxima, uma espécie de “ponto central em comum”, ao redor do qual, ambas se movem juntas em direção a outro “destino”.

São como grandes engrenagens interligadas, pois no Universo tudo se move e demonstra seguir padrões de repetição.


Estes movimentos formam ciclos, alguns perceptíveis em escala humana e já os citamos, por exemplo, dia e noite, inverno e verão. Outros levam centenas, milhares, e mesmo milhões de anos para serem executados, e parecem não existir.

Portanto, falar em “ciclos de mudanças” e ligá-los a profecias, sugere que podemos também estar nos reportando a eventos repetitivos, como a rotação e a translação, mas em uma escala de tempo muito maior de ocorrência.


**

Registros Akashicos e Presciência

O conceito de “registros akashicos” deriva da tradição Hindu, vindo da palavra Akasha, termo sânscrito que significa “substância primordial”, e muitos irão reconhecer seu principio em outras filosofias.

Todos os pensamentos, todos os atos, todas as vidas

 
Segundo este entendimento, cada ação corresponde a uma reação, e esta Lei da vida e da Física, que podemos também chamar de Causa-e-Efeito, tem um termo hindu bem conhecido para defini-lo quando falamos de seres humanos: Karma.

O  Karma é o acúmulo de tudo que fazemos, pensamos e agimos, e cada ato ou pensamento reverbera no Akasha, ficando registrado no que se chama de “Registro Akashico”, ou seja, a informação reverberada ao éter.

O acumulo de registros negativos ou positivos gera influencia compatível sobre o ser, mas também sobre a coletividade, já que o acumulo desta energia é devolvido. 

Então, os males que produzimos a nós mesmos e a nosso Mundo, atos e pensamentos, gerariam energia compatível que retorna a humanidade, realimentando o processo de degradação social, moral e etc.

Nos “registros akashicos” também seria possível acessar qualquer momento, qualquer dia, qualquer vida; no passado e no futuro, observar tendências e conseqüências.

Muitos acreditam que os homens e mulheres que tiveram a capacidade profética, acessaram tais registros de forma direta ou induzida, e por este motivo tiveram a condição de registrar fatos futuros.

Algumas práticas e técnicas de adivinhação também o fariam acessando estes registros, embora de forma precária, e isso explicaria, por exemplo, como algumas pessoas que se utilizam de tais práticas, acertam algumas previsões, ao mesmo tempo que erram por completo outras.

Embora todo este tema seja controverso do ponto de vista de algumas Religiões, o conceito do tempo não linear aonde seria possível acessar presente, passado e futuro ao mesmo tempo, conforme descrito para os “registros akashicos”, além de estar presente em outras linhas de pensamento não hindus e de estudos da Física, não entra em conflito com os demais conceitos aqui apresentados.


**
Presciência

Outro conceito chamado “presciência”, admite a mesma possibilidade, ou seja, que de alguma maneira é possível acessar o tempo de forma não-linear, e que algumas pessoas teriam esta capacidade, daí serem capazes de realizar previsões proféticas.  


Pré-cogs, do filme Minority Report.
Exemplo extremo de presciência


A presciência admite duas variações:  um conhecimento inato, o individuo nasce com a informação e lembra-se dela no decorrer de sua vida -  um dom, o individuo desenvolve esta capacidade no decorrer de sua vida.

Novamente interessante notar que a “presciência” não entra em conflito com os “registros akashicos”, e até permite especular que haja ligação.
    
                                                   
**                                      
Profecias de pequena monta

E existem “profecias de pequena monta”, em geral tratando de fatos pessoais ou fatos sem grande implicação coletiva.




Muitas servem como avisos ou recomendações pessoais, e curiosamente muitas delas se mostram “determinantes” dentro de sua própria escala de eventos. 

A razão é a mesma que ocorre para “profecias determinantes” de grande impacto, ou seja, narram fatos que mudam a vida do individuo, sem a atuação de seu livre arbítrio.

E “profecias de pequena monta” também ocorrem para ajudar a comprovar a veracidade de uma fonte profética, pois como sabemos, muitos embusteiros se aproveitam do desconhecimento do mecanismo profético para fazer, sem muito critério, suas próprias previsões, e na maior parte das vezes, visando fama e ganho financeiro. 

São cegos guiando cegos.




(clique nas imagens do Blog para amplia-las)




Compre o Livro "O que são Profecias"

Compre o Livro "O que são Profecias"
Links para Compra do Livro

Participe do MidiaeProfecia Espaços

Conheça os arquivos da Comunidade Profecias

Contato

Minha foto
Curioso sobre Profecias e assuntos relacionados.